Uma dúvida que muitos tem é “Como funciona a hipnoterapia para a ansiedade?”. Não é para menos, já que o Brasil lidera a lista de países com maiores números de cidadãos com este transtorno.

Além disso, a hipnose é muito mais antiga do que sabemos, o Carvalho Hipnotizando conta que os egípcios faziam a prática para induzir seus transes e facilitar seus ritos. E, assim como ele, o Professor Guilherme Raggi explica que:

“O ser humano, quando quer, tem grande capacidade de concentrar atenção em algo. Alguns, quando hipnotizados, costumam relaxar a ponto de achar que estão sonhando, embora durante a sessão de hipnose o paciente tenha plena consciência de que pode acordar a qualquer momento, abrir os olhos e se levantar”.

Sendo a hipnose tão antiga e tão eficiente, é muito importante entender como funciona a hipnoterapia para ansiedade, um mal que cada vez mais desestabiliza a saúde dos brasileiros.

 

O que é a hipnose?

Quando pensamos em “hipnose”, logo nos vem à cabeça a cena clássica de alguém balançando um relógio de um lado para outro, não é verdade? Contudo, a hipnose não se restringe a isso.

Ela na verdade é uma ferramenta que o ser humano desenvolveu em algum momento de sua evolução. Já aconteceu, por exemplo, de você ter um problema e conseguir resolvê-lo durante um sonho?

Pois bem, é um processo natural que o subconsciente usa para atuar no dia a dia. Na hipnose temos esse mesmo tipo de estratégia, mas ao invés de dormir a pessoa está em transe, um estado de semi-vigília.

Nesta situação, o cérebro se torna receptivo a sugestões que vão suprimir ou evocar  determinados comportamentos, como deixar a pessoa mais eufórica e feliz.

 

Quais são as etapas da hipnose?

É verdade que a hipnoterapia não acontece de maneira desorganizada, mas há procedimentos que guiam essa prática:

  1. É preciso criar uma relação de confiança entre as partes.
  2. Se testar o quão suscetível à hipnose a pessoa é.
  3. Desenvolve-se esse estado de aceitação de sugestões.
  4. O profissional conversa com o cliente sobre suas vontades com a prática.
  5. O cliente é hipnotizado.
  6. São dadas sugestões, criadas âncoras e diversas estratégias ajudam neste momento.
  7. O profissional acompanha o progresso de seu cliente.

Vale ressaltar que pode trazer alívios imediatos, mas seu maior potencial está na prática recorrente. Isso porque nosso cérebro demora um tempo para cristalizar novos hábitos.

 

Quais os benefícios da hipnoterapia?

Além disso, ao pensar em como funciona a hipnoterapia para a ansiedade, precisamos elencar alguns dos benefícios dessa ferramenta:

  • Dispensa uso de medicamentos: você não precisa usar nenhum tipo de remédio ou droga para ser hipnotizado.
  • Proporciona autoconhecimento: assim, dá para frear padrões de comportamentos que são nocivos a nossa vida.
  • Não tem efeitos colaterais: você não vai ter queda de cabelo, enjoo ou qualquer adversidade física. Ainda assim, é preciso escolher um profissional que trabalhe com excelência.
  • Trabalha na origem do problema: o objetivo da hipnoterapia é extinguir os gatilhos, trabalhando na causa, não apenas nos sintomas.

 

Em quais situações é possível usar a hipnose?

Dessa forma, o portal Psicanálise Clínica explica que até mesmo Sigmund Freud fazia uso de técnicas desse tipo: também usa a hipnose para tratar de distúrbios nervosos, induzindo o paciente a uma mudança no estado de consciência, o que permitia uma investigação nas condutas da pessoa.

Portanto, há uma ampla utilização da hipnoterapia para tratar diversos transtornos:

  • Medo de avião: permitindo que o paciente faça uma viagem pontual ou retire de vez esse impedimento.
  • Aliviar a Ansiedade: pois proporciona um estado de relaxamento que pode ser consolidado por meio de uma âncora, ou seja, uma palavra, um toque ou um sinal que permite à pessoa retornar ao estado de espírito encontrado durante uma sessão.
  • Medo de falar em público: diminuindo a timidez e proporcionando maior empoderamento.
  • Ajuda a aliviar dores: principalmente, pelo fato dos centros de interpretação da dor estarem no cérebro.
  • Claustrofobia: além de acalmar a pessoa que tem medo de locais fechados, dá para avaliar o que desencadeou esse medo “surreal”.

 

Mas, o que é a ansiedade?

Contudo, se vamos falar de como funciona a hipnoterapia para a ansiedade, é preciso delimitar o que é esse transtorno.

Então, você, provavelmente, deve ter ouvido falar que a ansiedade é um estado natural do ser humano. No meio da natureza, ela nos ajudaria a fugir de predadores ou trabalhar rapidamente em momentos de crise.

Esse tipo de ansiedade é natural e ainda encontramos ele no dia a dia, quando você acelera o ritmo para fazer um TCC ou fica esperando uma encomenda. Acontece, que nem todo mundo para por ai.

Há muitas pessoas que entram em um estado colapsado, onde as preocupações são tão grandes que ela já não consegue desfrutar do presente.

 

TAG

Neste caso, estamos falando do transtorno de ansiedade generalizada, que acompanha ritmos cardíacos intensos, falta de concentração, dificuldade respiratória e suor em excesso.

Diferente de uma ansiedade comum, na TAG a pessoa não tem motivos para estar ansiosa. É o caso, por exemplo, de ter um relacionamento a distância e sem nenhuma razão uma das partes começar a achar que a relação irá acabar.

Por isso, é muito importante estar atento aos sinais que o corpo entrega, e é nisso que a hipnoterapia pode ajudar.

 

A Hipnoterapia Cura a ansiedade?

A palavra “Cura” é muito ampla, mas podemos entender como um tratamento com hipnoterapia para ansiedade. Isso porque, como vimos, temos etapas que vão guiar a pessoa a se autoconhecer e definir como sair desse transtorno.

Então, a hipnoterapia é um grande auxílio para lidar com a ansiedade, mas está longe de ser uma cura. Como lembra o Psicólogo Weslley Carneiro:

“A hipnose, por se tratar de uma técnica indutiva, depende em parte do nível de engajamento do paciente e da relação estabelecida com o terapeuta. E nem tudo que funciona para um indivíduo terá a mesma efetividade em outro”.

Em resumo: a hipnoterapia para ansiedade permite identificar gatilhos que geram estresse emocional e, a partir disso, criar mecanismos que permitam alívio, relaxamento e até completa reversão do quadro.

Agora que você já sabe como funciona a hipnoterapia para ansiedade, que tal entender mais sobre o poder do perdão em um relacionamento?

Leave a Reply